Menu

O DIFÍCIL É FAZER O SIMPLES, PROFESSORES PARDAIS!

Foto: Bruno Cantini / Clube Atlético Mineiro / Divulgação

O DIFÍCIL É FAZER O SIMPLES, PROFESSORES PARDAIS!

Por Eduardo Madeira

12/10/2017 – 09:30h

Que bela vitória do Galo ontem contra o São Paulo, moçada! Finalmente!

De tempos em tempos, o futebol cria novas modas. Uma das mais recentes é a dos técnicos com papo “tatiquês”. Pep Guardiola e Tite – craques na arte de dirigir times de futebol – são os maiores expoentes modernos de tipo de discurso.

Guardiola encantou o mundo com seu “tic-taca”, posse de bola, futebol de triangulações e um Barcelona que fez história. Tite colecionou títulos com o Corinthians jogando na defesa e especializando-se no contra-ataque, o famoso “jogo por uma bola” e discurso “tatiquês” afiado. Mais recentemente, fez de uma desacreditada Seleção Brasileira a melhor Eliminatória da nossa história e chegará muito forte à Rússia rumo ao título da Copa do Mundo 2018.

Este perfil “tatiquês”, dado o seu sucesso, criou seguidores pelo mundo todo. O treinador Roger Machado é um de seus discípulos mais destacados, pelo trabalho que fez no Grêmio. E eu achei uma ótima sua contratação pelo Galo. Ainda que não concorde com o momento da demissão de Roger no Atlético, chego à conclusão que eu estava errado.

Este tipo de trabalho não dá certo em todos os clubes. Acredito que não será fácil um treinador “tatiquês” dar certo no Galo, dada a tradição futebolística do clube. Há de se respeitar o DNA histórico do clube e o técnico só consegue implantar isso em alguns times a longo prazo. E precisa ter RESULTADOS imediatos para se sustentar no cargo para aí sim, aos poucos, implantar sua filosofia!

O Atleticano não suporta esse futebol de toque de bola de lado a lado, lento. Ele quer é INTENSIDADE! Ele quer que o Galo parta pra cima! Ele não quer o time “jogando por uma bola”. Por isso, um treinador “tatiquês” só dará certo aqui se conseguir bons resultados imediatos, para ter tempo de implantar seu sistema de jogo!

Dei essa volta toda para elogiar Oswaldo de Oliveira. Ele é boleirão! Tem bravata! Faz o simples – mas o simples é o mais difícil ser feito, seja no futebol, seja na vida.

Oswaldo sabe jogar para a torcida quando fala. Colocou atacante para fazer gol e dar assistência, só depois para pensar em marcar. Voltou a dar moral, responsabilidade e cobrança a quem pode resolver, os medalhões. Colocou Robinho pra jogar onde sabe – e o futebol do Pedalada cresceu exatamente por isso. Colocou Cazares aberto – ele não sabe ser o meia armador do time e na ponta ele é um dos poucos do elenco que “ganha na corrida” – o que os professores pardais do “tatiquês” chamam de “vitória pessoal”. Faz o simples, gente! Fala o simples! Jogador gosta do simples!

Machucou Leonardo Silva? Não inventou, colocou Felipe Santana – a meu contragosto, eu queria o Bremer, que pra mim seria titular. E Felipe Santana foi MONSTRO ontem!

Elias suspenso? Colocou Roger Bernardo. Não inventou Yago. E Roger Bernardo jogou demais ontem.

Oswaldo não tira Adílson, desprotegendo a defesa. Suas mudanças são simples.

No time de Oswaldo, bate pênalti quem tem acertado. Simples né? Pois difícil é fazer bem feito o simples, professores pardais.

Ouça o GOL da vitória do Galo ontem, contra o São Paulo, com a nossa narração do 98 Futebol clube. Homenageei a Tia Célia, que por mais de 40 anos levou as crianças Atleticanas e entrarem em campo com os jogadores. Ouça:

E veja as imagens do gol com a nossa narração. Um trabalho do canal Luizinho Galo Doido do You Tube. Clique AQUI para acessar o canal.

Eu não acho Oswaldo um treinador espetacular. Mas a bravata, o boleiro, tem lugar no futebol. O Grêmio de Renato Gaúcho é prova disso!

Sobre o jogo de ontem? O Galo jogou muito! Foi intenso de novo, como há muito tempo não era! Os jogadores lutavam por cada palmo do gramado. A Massa deu show, e quando o 2º tempo caiu de produção, os berros da arquibancada levaram o time pra cima do São Paulo.

Praticamente todo mundo jogou bem, exceção de Fred e Cazares.

Baita vitória do simples!

Tchau, professores pardais! Não voltem tão cedo!

Um abraço a todos! E Feliz Dia de Nossa Senhora da Aparecida e Dia das Crianças!

Eduardo Madeira

LIÇÕES DE FUTEBOL E LIDERANÇA DE OSWALDO PARA MICALE!

Foto: Bruno Cantini / Clube Atlético Mineiro / Divulgação LIÇÕES DE FUTEBOL E LIDERANÇA...

Leia mais

EMPATE MAGRO. ALGUNS JOGADORES, NEM TANTO!

Foto: Bruno Cantini / Clube Atlético Mineiro / Divulgação EMPATE MAGRO. ALGUNS JOGADORES, NEM...

Leia mais
  • Rogerio Valente

    Eduardo, é emocionante ouvir a sua narração nos gols do #Galo, ainda mais com uma homenagem à Tia Célia e às crianças.
    Parabéns.

    Tuitei que Fábio Santos é, hoje, o melhor jogador do Atlético.
    É a cara do #Galo.
    É a representação da Massa em campo.

    Grande abraço.