Menu

CHEGA LOGO, 45 PONTOS! A BRIGA NO MOMENTO É PRA NÃO CAIR!

Foto: Bruno Cantini / Clube Atlético Mineiro / Divulgação

CHEGA LOGO, 45 PONTOS! A BRIGA NO MOMENTO É PRA NÃO CAIR!

Por Eduardo Madeira

24/07/2017

Neste momento, a briga do Galo é para não cair! Pode ser que, daqui alguns dias, seja para ganhar a Copa do Brasil ou a Libertadores. Mas neste momento, pra mim, é para não cair!

Ontem, o Galo perdeu para o Vasco em pleno Independência de novo! E com 2 gols de um garoto de apenas 17 anos.

Eu não gostei da escalação do interino Diogo Giacomini. A começar no sistema defensivo. Colocar Jesiel – que não joga a meses e meses – ao lado de Matheus Mancini, que pouco jogou no ano?

O meio campo “marca ninguém” completou o outro erro de escalação: pra que o volante marcador Roger Bernardo foi contratado se não joga nem no time misto? Parece “punição” por ter jogado bem nas suas últimas apresentações.

Com a escalação de ontem, parece que o Galo está muito mais folgado na tabela do que realmente está. Do meio para frente, não dava para ser muito diferente.

Mas se viu um Atlético com mais movimentação e vontade no 1º tempo.

Quando o time parecia ganhar confiança em campo, em saída de bola errada de Carioca e falha de Alex Silva, o Vasco fez 1 a 0 aos 13 minutos.

O Galo conseguiu o empate aos 17 com Yago, depois de vacilo de Bruno Paulista e lindo chute em curva do volante, vendo Martin Silva adiantado.

O time seguiu em cima e levando perigo à área vascaína. Otero ajudava na movimentação e Carioca colecionava bolas perdidas no meio campo.

O empate deu uma perspectiva melhor ao time, apesar da atuação nula de Robinho e de Fred sendo substituído a menos de 5 minutos de jogo por sentir uma fisgada na perna.

Veio o 2º tempo e o Vasco voltou cheio de personalidade. O meio de campo do Galo marcava ninguém. E com Roger Bernardo no banco. Yago alternava bons e maus momentos no jogo. Marlone era burocrático.

E num contra-ataque depois de péssimo passe de Marlone, onde Yago (amarelado) evitou a falta, o menino de 17 anos marcou gol de cobertura no “chama-gol” Giovanni. 1 a 2 cruzmaltinos.

Aí o emocional pesou de vez. Cazares jogava mais aberto pela esquerda e a falta de um meia armador se fazia sentir. O fraco Vasco ficou cada vez mais à vontade e a derrota se confirmou.

MICALE, MINEIRÃO, CARIOCA E O PRESIDENTE

O Presidente Daniel Nepomuceno já afirmou que não olha as redes sociais. Mentira! Como ele cai na pilha da torcida! Não tem convicção de bancar treinador. Roger Machado errou bastante. Mas, pra mim, foi demitido na hora errada.

Roger é ruim de mapear o mercado. Tanto que o Atlético trouxe o fraquíssimo Marlone a seu pedido. E só. Errou feio ao não poupar alguns jogadores em determinadas partidas. Errou ao escalar Yago (ou Adilson) aberto e Elias centralizado. Errou ao não escalar Adilson e Roger Bernardo em alguns jogos. Errou ao jogar muito atrás com um ataque velho (de qualidade, mas velho). Errou ao não conseguir fazer seu modo de jogo dar certo. Errou ao não fazer o time chutar a gol em várias partidas. Não conseguiu fazer Robinho render. Errou quando o repertório é tão fraco no excesso de cruzamentos para a área.

Erros graves. Mas que são divididos com o Presidente Daniel Nepomuceno. Que não contratou um bom Diretor de Futebol para planejar este elenco junto a Roger. Não temos um zagueiro TOP para ajudar a consolidar os promissores Gabriel e Bremer. Não temos um meia armador para organizar o jogo. Não temos um atacante velocista que mude o jogo. Temos um elenco velho e de gente que ganhou tudo no futebol, acomodado. Tudo isso falha de planejamento por não termos um bom Diretor de Futebol. Venho dizendo isso há praticamente 1 ano. Errou feio ao colocar André Figueiredo como Superintendente de Futebol. Você acha que Fred, Robinho, Fábio Santos, Elias, Leo Silva, Marcos Rocha e Victor vão respeitar um cara recém promovido ao profissional?

Não gostei a escolha de Rogério Micale. Não fez nenhum grande trabalho no profissional. Não parece ter característica pessoal que o faça se impor sobre estes jogadores “cascudos”. É torcer muito pra dar certo. Mas tenho enorme receio da escolha.

E tá na hora de passar alguns jogos ao Mineirão, com ingresso barato! Estádio não ganha jogo. Mas a proximidade do torcedor no Indepa neste momento está mais fazendo mal do que bem. E o Galo precisa mais do torcedor-raiz, aquele que grita quando as coisas vão mal.

Carioca? Vendam correndo! Perdeu várias bolas no meio campo ontem, fáceis. Mascarado, sem se adaptar à mais raça e entrega que a torcida e as tradições do clube pedem. Fez “biquinho” quando virou banco do Marcelo Oliveira e apenas 1 dia após sua saída o estava criticando publicamente.

A briga do Galo hoje, é pra não cair! Mas será que a soberba do Presidente Daniel Nepomuceno sabe disso? A mesma soberba que acha que sem um bom Diretor de Futebol durante 1 ano a coisa vai dar certo? A mesma soberba que não traz os reforços pontuais que o elenco precisa? A mesma soberba que o faz dividir seu expediente entre o Galo e uma Secretaria Municipal?

Esta Diretoria mudou a história do Galo! Mas que não fique soberba por isso, achando que somos “escolhidos por Deus” e que não cairemos. Vejam o Internacional.

Daqui alguns dias, pode ser que a briga seja pelo título da Libertadores. Ou da Copa do Brasil. Mas a briga de hoje é para permanecer na série A.

E antes, disso, que a soberba do Presidente, neste momento, seja vencida! Enquanto há tempo!

Um abraço.

Eduardo Madeira

GALO ROBIN HOOD DE NOVO. CADÊ O DIRETOR DE FUTEBOL?

Foto: Bruno Cantini / Clube Atlético Mineiro / Divulgação GALO ROBIN HOOD DE NOVO....

Leia mais

ELIMINAÇÃO FOI A COLHEITA: É HORA DE COBRAR O PRESIDENTE E...

Foto: Bruno Cantini / Clube Atlético Mineiro / Divulgação ELIMINAÇÃO FOI A COLHEITA: É...

Leia mais
  • Rogerio Valente

    Depois de se acostumar a figurar sempre entre os primeiros colocados, até brigando pelo título, no campeonato brasileiro, o Galo vai de mal a pior. Um time que ficou conhecido “mundialmente” por não perder em casa, hoje não consegue ganhar de times considerados, com respeito aos profissionais que lá atuam, muito inferiores ao time do Atlético.

    Vergonha! Falta vergonha aos jogadores.
    O time não joga, não marca e não convence. Está sem ritmo, sem padrão de jogo.

    Alguns amigos chegaram a chamar Fred de pipoqueiro, dizendo que ele simulou a contusão para não ficar em campo porque sentiu que a barca não ia boiar.
    Não acredito nisso. Acho que o Fred não faria isso.

    Louvável no jogo contra o Cruz Maltino, prá mim, só o Fábio Santos.
    O lateral mostrou em campo o que é ser jogador do Galo.
    Machucado, sangrando devido a um choque com o cotovelo do jogador do Vasco, permaneceu em campo. Tudo bem que não dava mais prá substituir devido às três permitidas já terem sido feitas. Mas o lateral esquerdo atleticano não esmoreceu.
    No restante do time não consigo ver um destaque.

    Espero que o Micale não mantenha a escalação e o esquema de jogo do Roger. Erro grave cometido pelo interino Giacomini que, em entrevista, chegou a afirmar que manteve o time e esquema do treinador demitido. Na minha visão, como se diz na várzea, foi “Juninho”, ou seja, inexperiente…

    Agora é ficar na torcida prá não cair porque Libertadores 2018 não vejo como algo alcançável.

    Forte abraço Eduardo “Ladentro” Madeira!

  • anderson cristiano abel

    Decepcionante.